Xiaomi brilha na MWC – Resumo da apresentação

Hoje foi um dia importante para a Xiaomi, foi a primeira vez que a empresa apresentou um produto na MWC. A gigante Chinesa espera assim conseguir captar ainda mais a atenção dos mercados globais, especialmente do europeu.

Jun Lei, CEO da Xiaomi, começa por explicar a filosofia da empresa feita de fãs para fãs. Acrescenta ainda que, apesar de uma empresa jovem, a Xiaomi conseguiu em 4 anos fazer o que muitas empresas de tecnologia demoram 9 a atingir. A companhia é neste momento a quarta maior fabricante de smartphones do mundo, tendo aumentado a sua receita em 24% face ao ano passado.

O 5G foi o foco da apresentação e depois do CEO da empresa, foi a vez do presidente da Qualcomm, Cristiano Amon, subir ao palco. Amon explicou a importância da nova tecnologia e adianta que a mudança será muito mais rápida que o 4G.

Depois da introdução às aplicações do 5G e ao Snapdragon 855 eis que o porta voz da Xiaomi, Donovan Sung, toma o palco de assalto.

Mi Mix 3 5G

Sem demoras, Sung, começa por anunciar o Mi Mix 3 5G. O smartphone chegará em breve ao mercado, em meados de maio, e terá o novo processador Snapdragon 855 e o modem Snapdragon X50 5G que permitirá que tenhas acesso a todas as funcionalidades da nova tecnologia.

Para demonstrar isso mesmo a Xiaomi volta a fazer história ao realizar a primeira vídeo-chamada utilizando a rede 5G da empresa de telecomunicações espanhola Orange. “É a primeira vez, na história da Xiaomi, que fazemos uma chamada 5G real, fora da China. Não é falso, foi uma chamada real, como pode ver o símbolo do 5G”.

A versão 5G do Mi Mix 3 terá duas cores o Onyx Black e Sapphire Blue e poderá ser adquirido pelo fantástico preço de 599 euros.

Também poderá interessar  Mi9 e MiMix4 com cameras triplas e Snapdragon 855

Mi 9

Depois de ter sido lançado há dias na China, o smartphone chega finalmente ao ocidente. Esta versão destaca-se pelo sistema de câmara tripla e pelo design elegante.

Como qualquer flagship exige o Mi9 vem equipado com um ecrã amoled de 6,39 polegadas e com um notch minimalista em forma de gota,sem, claro, esquecer o sensor de impressões digitais implementado por baixo do ecrã.

No campo da fotografia foi onde a marca brilhou, ao apostar num sistema fotográfico profissional que inclui uma lente telefoto 2X, uma grande angular e uma ultra-wide para criar efeitos panorâmicos.

Com o sensor Sony IMX586, o Mi 9 será capaz de obter uma soberba qualidade de 48 MP.

A inteligência artificial está obviamente presente e promete ajudar a obter melhores resultados.

Mesmo em baixas condições de iluminação o Mi9 conseguiu surpreender tudo e todos.

O vídeo é onde a Xiaomi conseguiu destronar toda a concorrência. No DXOMark obteve 107 pontos, encaixando-se no quarto lugar, atrás do Mate 20 e Pro e do Samsung S10, mas em primeiro lugar no que diz respeito a qualidade de vídeo.

Em termos de specs terás o processador Snapdragon 855 da Qualcomm e uma bateria de 3.300 mAh e ainda carregamento wireless rápido a 20 watts conseguindo carregar totalmente em apenas 90 minutos, o mais rápido do mundo!

O preço começa nos 449€ para a versão 6/64GB, já a versão de 128GB poderá ser adquirida por 499€. As pré-vendas começaram hoje em Espanha e França, e a partir de dia 28 em Itália.

Também poderá interessar  Preço e specs do Mix 3 aparecem no site oficial da Xiaomi

Mi LED Smart Bulb

O terceiro a chegar ao mercado ocidental foi a Mi LED Smart Bulb, uma lâmpada inteligente, que permite escolher até 16 milhões de cores, capaz de ajustar a densidade da iluminação e com compatibilidade com a Google Assistent e a Alexa. A lâmpada custará 19.9€, ao contrário da concorrência que oferece a mesma tecnologia por 49.9€.

Assim foi a apresentação da Xiaomi, o OhMyGuide continuará a acompanhar todas as novidades no MWC em Barcelona e comprometemo-nos em trazer-te toda a informação!

Deixa-nos a tua opinião