Novo Snapdragon aparece no AnTuTu e confirma a Lei de Moore

A Lei de Moore, em traços muito gerais, diz que a cada periodo de 18 meses o número de transístores, num equipamento, teria um aumento na ordem dos 100%. E é precisamente isto que se está a passar com os nossos processadores. Os circuitos estão a ficar cada vez mais pequenos o que possibilita ter, no mesmo espaço, um maior número de semi-condutores e daí o poder de processamento estar a aumentar cada vez mais.

O próximo chipset é o sucessor do Snapdragon 845, segundo se diz será o Snapdragon 8150 e não o Snapdragon 855.
Antes do anúncio oficial do Snapdragon 8150, a pontuação de benchmark do chipset surgiu online através do AnTuTu. O chipset marcou 362.292 pontos no AnTuTu, tornando-se o primeiro chipset a correr na plataforma Android e a ter ultrapassado a barreira de 360.000 pontos.

Tendo por base os resultados do benchmark podemos afirmar que o Snapdragon 8150 tem um desempenho 16% superior em comparação do Kirin 980 da Huawei e 20% superior ao antecessor, SD 845. Estes resultados poderão ainda aumentar com a optimização da parte dos fabricantes.
No Geekbench apresentou uma pontuação de 3281 no teste single-core e 11023 no teste multi-core. Que são pontuações superiores às do SD 845.

O Qualcomm Snapdragon 8150 é esperado com um núcleo de três cluster, um núcleo de alta performance com um clock de 2,84 GHz, dois núcleos médios com frequência de 2,4 GHz e quatro pequenos núcleos com 1,78 GHz. O GPU será um Adreno 640 que oferece um desempenho 20% melhor que o seu antecessor.

Também poderá interessar  MediaTek HELIO P70 é lançado para ter melhor desempenho

Espera-se que o chipset seja fabricado usando o novo processo de 7 nm da TSMC e o tamanho do molde será de 12,4 x 12,4 mm. O processador deve ser anunciado no próximo mês e os primeiros equipamentos com este novo chipset devem estar disponível no primeiro semestre de 2019.

Deixa-nos a tua opinião