Xiaomi: Duelo entre os gama alta do momento

0
176

Poupa em TODAS as compras na GearBest

Clica aqui para Cashback até 10%


A Xiaomi em 2018 ja lançou inúmeros smartphones. Desde a gama baixa, média até à gama alta passando até por alguns que nem sabemos onde encaixar, a marca chinesa lançou com certeza mais de 10 smartphones mas hoje vamos dar destaque a dois dos mais falados e também desejados pelos fãs da marca e por muitos que se converteram a este fenómeno.

Olhando para o processador, o SnapDragon 845 é pacífico encaixar quer o Xiaomi Poco F1 quer o Mi 8 Explorer Edition na gama alta. Se este é um ponto que os aproxima há muitos outros que os separam e por isso é que acho que a maioria das pessoas que compra o Poco F1 é totalmente diferente de quem compra o topo de gama e muito exclusivo da linha Mi 8.

Design e construção

Basta pegar em ambos os equipamentos para reparar nas diferenças mais óbvias: ambos têm notch no ecrã mas um deles tem ecrã amoled que lhe permite ter o sensor de impressões digitais debaixo do ecrã enquanto que o outro tem o sensor na parte traseira, junto às duas câmaras. Ao olhar para a parte traseira somos confrontados com dois mundos distintos: um em que o vidro transparente e o design aplicado na parte interior não deixam ninguém indiferente e outro com uma peça traseira em plástico que faz do POCO F1 um verdadeiro lobo em pele de cordeiro.

A nível de design e construção, à primeira vista somos seduzidos pelo mi 8 Explorer. A transparência, a frame em cerâmica e as cores vividas de um ecrã Amoled não precisam de mais elogios mas no dia-a-dia o vidro traseiro é um íman de dedadas e a posição das câmaras é irritante, sobretudo pela sua saliência – que ainda assim sempre é menor que a maçã que o deve ter inspirado.

Processamento e desempenho

Se despirmos os equipamentos, principalmente de preconceitos, estamos a olhar para o Snapdragon 845, 6gb de RAM no POCO (igual ao Mi 8 normal) e 8 GB no Mi 8 Explorer que ajudam estas duas máquinas a atingir números de referência no Antutu, sendo que por vezes o “meio irmão” Poco F1 até superou o smartphone sensação da Xiaomi.

Também poderá interessar  WWDC 2018 - o que de novo há no mundo Apple?

No gaming e nas tarefas mais pesadas ambos atropelam e suportam o que lhes possa ser pedido, mas para os que querem um desempenho com menor demanda pelo processador encontram um sistema de refrigeração a água no Poco F1. E isto acaba por proteger um pouco mais o equipamento de maiores temperaturas.

Bateria

Estes dois smartphones são duas bestas e precisam de ser alimentadas… Mas enquanto que a bateria do Mi 8 Explorer Edition é de 3.000 mAh o Poco F1 tem uma bateria com 4.000 mAh. São mais 1000 que fazem a bateria do Mi 8 Explorer parecer POCO. Apenas com o Poco consegui ter bateria para mais que um dia com utilização intensiva.

Interface

Ambos partilham a MIUI, que vai na sua versão 10 mas enquanto o Poco F1 tem versão Global com idioma português, serviços Google e um launcher próprio que muitos preferem, o Mi 8 Explorer Edition tem apenas para já a Rom China.

Por isso se comprares agora o Explorer Edition tens de instalar os serviços Google, usar em Inglês e esperar pela Rom global e fazer a sua instalação, o que requer o desbloqueio do. Bootloader e nem toda a gente quer ter esse trabalho.

Multimédia

Se o ecrã amoled do mi 8 Explorer Edition traz cores e contraste fantásticos para multimédia e always on display, o Poco F1 é o único dos dois que tem som stereo e jack áudio 3.5mm… Dá que pensar…

Fotografia

Se gostas de fotografia a escolha é óbvia apesar de que o Mi 8 Explorer Edition (12+12MP) não traz nenhuma vantagem em relação à versão normal. Se quiseres comparar devidamente as capacidades de um e de outro tens aqui uma pasta com as fotos de ambos, mas o Mi 8 ganha –  como seria de esperar.

Também poderá interessar  Evento de apresentação Xiaomi UK em resumo

Desbloqueio

Ambos têm desbloqueio por impressão digital mas o Mi 8 Explorer tem o sensor debaixo do ecrã e essa tecnologia funciona muito bem e na minha opinião é muito mais prática do que na parte traseira, ainda que o sensor do Poco F1 seja bastante rápido.
Se quiseres desbloquear com a face o Explorer Edition é o único Android a oferecer desbloqueio 3D, mais seguro do que o 2D do Poco. À noite ambos vão funcionar a 100% pois ambos têm sensor Infravermelhos para desbloquear no escuro.

Conclusão

Na prática são equipamentos muito parecidos mas ao mesmo tempo muito diferentes e no final as diferenças refletem se também no preço. O Poco F1 tem preços a rondar os 300 euros e o Mi 8 Explorer Edition tem uma disponibilidade relativamente reduzida com preços a começar à volta de 600 euros – o mais caro que já vi da Xiaomi.

O POCO F1 é muito apetecível e eu indicaria sobretudo a quem procura desempenho a baixo custo. Em vários testes já deu provas da resistência da sua construção e é um menino capaz de fazer frente a equipamentos que custam mais do dobro do seu valor.

O Xiaomi Mi 8 Explorer Edition não é um smartphone para todos. É um Xiaomi caro e nem aconselho como primeiro equipamento da marca – quer pelo preço quer por para já só haver ROM Chinesa.

Grupo de ajuda e dicas no Facebook

Adere ao nosso grupo no Facebook!

Deixa-nos a tua opinião