Xiaomi acusada de violar mais uma patente

0
2367

Xiaomi foi condenada a pagar uma multa de aproximadamente 7.5 milhões de dólares por uma alegada violação de patente. Chamada de “Common Packet Channel”, com o número: ZL00800381.5, era originalmente propriedade intelectual da Jinqiao Technology Co. Ltd. E foi posteriormente transferida para o autor Yuan Gongyi a 6 de dezembro de 2016.

Gongyi afirma que a Xiaomi usou a tecnologia patenteada no Mi 5X, Mi Max 2 e Mi Note 3 sem permissão, e que a fabricação e venda dos dispositivos sem permissão enquadra-se no escopo da proteção de patentes. O processo foi aberto contra a Xiaomi Technology Co. Ltde a Xiaomi Communication technology Co. Ltd. A tecnologia detalhada na patente pode ser aplicada a WCDMATD-SCDMAHSPA e LTE.


Esta não é a primeira vez que uma ação judicial é movida contra a Xiaomi. No início deste ano, a Coolpad processou a empresa por violação de patente e pediu a cessão da produção do Mix2S. No ano passado, uma ação judicial foi movida contra a venda dos dispositivos Redmi Note 2 com informações falsas. Desta vez o queixoso pediu ao tribunal que ordene ao fabricante chinês que pare a infração da tecnologia e pague pelos danos à propriedade intelectual.

Xiaomi ainda não prestou declarações sobre o assunto.

Grupo de ajuda e dicas no Facebook

Adere ao nosso grupo no Facebook!

Deixa-nos a tua opinião