Trump proíbe compra da Qualcomm pela Broadcom

0
209
Hoje em dia quase todos os topo de gama Android têm um SoC Qualcomm, que combina CPUGPU, RAMmodem móvel e outros componentes num único chip, ocupando menos espaço e fazendo com que o custo de produção seja mais baixo. 
Ora esta segunda-feira o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, bloqueou oficialmente a aquisição da Qualcomm pela Broadcom.
Caso se tivesse concretizado, o negócio seria o maior da história envolvendo empresas do setor da tecnologia, com a oferta mais recente feita pela Broadcom que chegava aos 121 bilhões de dólares
Apesar de todos os esforços do CEO da BroadcomHock Tan, que prometeu sediar a empresa em Delaware (a empresa, tem oficialmente sede em Singapura), Trump afirmou ter “evidências credíveis” de que a Broadcom poderia “tomar ações que ameaçam a segurança nacional dos Estados Unidos” caso a aquisição fosse concretizada.
Os EUA sempre tiveram um histórico de liderança mundial quando o assunto é tecnologia, mas a ascensão da China, onde o governo investe muito em diversos ramos do setor, é visto como uma ameaça, informou o New York Times.
Trump teme então que o país perca a sua posição de vanguarda no que toca o desenvolvimento de semicondutores e comunicação sem fios, mesmo sendo para uma empresa de Singapura. 
Isto levou a um movimento pouco convencional por parte do Comité de Investimentos Estrangeiros dos Estados Unidos (CFIUS), órgão do governo que revê negócios que envolvem aquisições de companhias nacionais por empresas de outros países. Normalmente, o CFIUS toma uma posição apenas depois de um acordo de compra ser anunciado, mas não foi o caso desta vez, quando a agência afirmou que barraria a compra da Qualcomm pela rival Singapuriana.
Broadcom informou que ainda está a analisar o decreto assinado por Trump, mas garantiu que as suspeitas do presidente são infundadas. “A Broadcom discorda de forma veemente de que a proposta de aquisição da Qualcomm suscita qualquer preocupação em relação à segurança nacional”, afirmou a empresa em comunicado.

 

Grupo de ajuda e dicas no Facebook

Adere ao nosso grupo no Facebook!

Deixa-nos a tua opinião