Proxys vs VPN

0
575
Privacidade Internet


Poupa em TODAS as compras na GearBest

Clica aqui para Cashback até 10%


O principal e mais básico objectivo de usar tanto servidores proxy como VPN é esconder a identidade do utilizador ou “falsificar” a localização do mesmo.

Tomando como exemplo Portugal, muito conteúdo de sites de streaming de TV, de partilha de torrents e afins foram bloqueados pelos ISP (Internet Service Provider, Nós, Vodafone, Meo). Todos estes sites continuam activos mas só os poderíamos aceder de um país estrangeiro, alterando o DNS que faria com que a velocidade a que as páginas são geradas diminuísse, ou usar um serviço proxy ou VPN.
A verdadeira questão será qual a diferença entre um proxy e uma VPN? E talvez ainda mais importante, precisarei de uma VPN ou um um proxy barato/grátis chega para as minhas necessidades?

Servidor

Servidores Proxy:

Um proxy server é no fundo um computador que serve de intermediário entre o nosso computador e a Internet. Todo o tráfego enviado irá parecer ter sido enviado pelo servidor proxy e não pelo nosso computador. Ao contrário dos servidores de VPN o tráfego enviado não será encriptado e por isso podem aceitar mais conexões de utilizadores.

Por normal os proxy servers comunicam com a Internet por meio de dois protocolos; HTTP ou SOCKS.

Servidores Proxy HTTP:

O protocolo HTTP foi desenvolvido para interpretar tráfego ao nível HTTP. Isto quer dizer, apenas o trafego que começa com http:// ou https:// (páginas de Internet). No fundo estes servidores são bons para tráfego em páginas web. É mais rápido que os servidores proxy ou VPN.

Servidores Proxy SOCKS:

Os servidores Proxy Socks são bastante mais flexíveis que os anteriores mas normalmente mais lentos. A grande vantagem do protocolo SOCKS é que suporta qualquer tipo de tráfego de internet, como POP3 e SMTP para emails, IRC chat, FTP para upload de ficheiros e para ficheiros torrent.

Se apenas precisas de esconder a tua identidade nos downloads de torrents então o SOCKs proxy com conexão SSL deverá ser tudo o que necessitas.

Servidores Proxy Públicos:

Como os servidores proxy podem aceitar uma grande quantidade de conexões, existem muitos servidores que permitem uma ligação proxy (tanto HTTP como SOCK’s) a qualquer pessoa. Podes encontrar uma lista de proxys aqui.

Também poderá interessar  VPN - Uma breve explicação

Infelizmente os servers de proxys públicos tendem a ser muito instáveis, vão abaixo bastantes vezes e têm uma variação muito grande de velocidade de conexão .

Um dos grandes problemas destes servidores proxy é a privacidade. Este tipo de servidores não se compromete a ter uma gestão activa de segurança dos seus utilizadores, daí serem grátis. É importante ter em atenção o tipo de informações que se partilha dentro destes servidores, um acesso de login no servidor errado poderá comprometer a tua conta de facebook, email e qualquer outra em que insiras as credenciais estando ligado a um servidor malicioso.

Servidores Proxy Privados:

Este tipo de servidores proxy não são, como o nome indica, abertos ao publico e as suas funcionalidade estão, por norma, disponíveis por meio de uma tarifa mensal ou anual.
Seguem-se alguns exemplos de servidores proxy privados:
VPN.S oferece serviços HTTP e SOCKS5;

BTGuard e TorGuard oferecem um serviço SOCKS5 ‘torrent’.

Este tipo de servidores de proxy tendem a ser muito mais confiáveis, são serviços disponibilizados por companhias com boa reputação no mercado e disponibilizam suporte aos seus utilizadores. Outra vantagem é o software costumizado que é oferecido por estas empresas. O BTGuard e o TorGuard têm clientes BitTorrent pré-configurados.

Web Proxies:

Os WebProxies, como Hide My Ass e CyberGhost, fazem a conexão do utilizador a um servidor HTTP público e permitem que navegues na internet de forma anónima sem que tenhas de instalar software extra e/ou sem teres de configurar o teu browser.
Estes serviços tendem a ser grátis, no entanto estes serviços são tão básicos que expõem a tua verdadeira identidade a companhias de anúncios. Normalmente o serviço é interrompido (cai) quando nas páginas aparece algum conteúdo Flash ou JavaScript.

Para além das desvantagens apontadas anteriormente, a maioria dos IP’s dos servidores de web proxies estão já bloqueados por alguns sites.
Podemos portanto concluir que apesar de serem muito práticos, este tipo de Proxies apresentam limitações bastante grandes.

Também poderá interessar  Raspberry Pi 3: Modificação adiciona antena externa para melhorar o sinal do Wi-Fi

VPN

VPN:

Virtual Private Network, cria um túnel encriptado entre o teu computador e o servidor host em que o tráfego de Internet está direccionado a esse servidor host. O teu ISP ou autoridades conseguem apenas ver que estás conectado a um servidor VPN – o que fazes na Internet, os sites que visitaste, etc está completamente encriptado por meio de uma encriptação mínima de 128-bit.

No entanto para que estejas seguro mesmo usando uma VPN tens de ter em atenção os termos de serviço da mesma. É extremamente importante contratar um serviço de VPN sem que esta guarde logs (Registo das informações de navegação do utilizador).

Configurar uma VPN envolve normalmente o download e instalação do cliente VPN ou configuração manual do teu computador ou smartphone. As aptidões requeridas para este processo são mínimas e a maioria das vezes as companhias VPN fornecem um guia Passo-a-Passo para que qualquer utilizador consiga configurar o seu cliente e aprenda como o utilizar.

O único aspecto negativo relativamente às VPNs é o seu custo e o processo de encriptação pois quando usamos grande quantidade de tráfego a sua encriptação vai diminuir bastante a velocidade de acesso.

Conclusão

Os serviços VPN são superiores aos serviços proxy. Com uma VPN podes ter uma vida online anónima, para além de que os servidores ISP não podem monitorizar a tua actividade e é um meio eficaz de ultrapassar o ISP throttling (estrangulamento da ligação de internet).

A única razão que pode justificar o uso de um serviço proxy em relação ao de um serviço VPN acaba por ser mesmo o preço, embora este não ultrapasse os 10 euros por mês na sua generalidade.

É importante sublinhar que nada é 100% seguro, portanto mesmo com serviço VPN é preciso o utilizador fazer uma selecção cuidada de conteúdos e endereços que transferes ou visitas.


 

Grupo de ajuda e dicas no Facebook

Adere ao nosso grupo no Facebook!

Deixa-nos a tua opinião