Nvidia constrói “o computador mais rápido que a humanidade já criou”

0
269

Poupa em TODAS as compras na GearBest

Clica aqui para Cashback até 10%


A Nvidia acaba de anunciar a sua plataforma de servidores em cloud HGX-2, que afirma potenciar “o computador mais rápido que a humanidade já criou”.

Ele combina 16 placas de vídeo Tesla V100, que trabalham juntas para criar uma GPU virtual gigante com meio terabyte de memória GPU e dois petaflops de poder de computação. Isto é obtido usando a tecnologia Nvidia NVSwitch, que une as GPUs para funcionar como uma única.

O anúncio foi feito no evento GTC (GPU Technology Conference) da Nvidia em Taiwan, que é um aperitivo antes do prato principal na Computex 2018 na próxima semana.

Embora o HGX-2 tenha certamente algumas especificações alucinantes, ele não será usado em computadores padrão. Em vez disso, ele será capaz de cálculos de alta precisão usando FP64 e FP32 para computação científica e simulações, enquanto capacita FP16 e Int8 para treinamento de IA.

Jensen Huang, fundador e diretor executivo da Nvidia, anunciou no GTC que “o mundo da informática mudou […] o nível do CPU diminuiu num momento em que a demanda da informática está a subir vertiginosamente. O HGX-2 da NVIDIA com GPU’s Tensor Core oferece ao setor uma plataforma de computação poderosa e versátil que combina HPC e AI para solucionar os grandes desafios do mundo. ”

De acordo com a Nvidia, o HGX-2 alcançou velocidades de treino recordes de IA de 15.500 imagens por segundo no benchmark de treino ResNet-50, e é poderoso o suficiente para substituir até 300 servidores de apenas CPU.

Também poderá interessar  O problema no ecrã do Pocophone vai ser resolvido via update

Na Computex 2017, a Nvidia anunciou o HGX-1, que se tornou bastante popular, sendo usado por empresas que confiam em datacenters massivos como o Facebook e a Microsoft. A Nvidia tem também grandes esperanças para o HGX-2, com algumas grandes empresas, incluindo Lenovo, QCT, Supermicro, Foxconn e Wiwynn, anunciando planos para lançar os sistemas HGX-2 este ano.

De acordo com Paul Ju, vice-presidente e gerente geral da Lenovo DCG, “o HGX-2 da NVIDIA aumenta a procura com um design capaz de fornecer dois petaflops de desempenho para cargas de trabalho intensivas em IA e HPC. Com o bloco de construção de servidores HGX-2, poderemos desenvolver rapidamente novos sistemas que possam atender às crescentes necessidades dos nossos clientes que exigem o mais alto desempenho em grande escala.”

Estatísticas do GPU

O HGX-2 é potenciado com a GPU Nvidia Tesla V100, que vem equipada com 32 GB de memória de alta largura de banda para oferecer 125 teraflops de desempenho de aprendizagem profunda. A combinação de 16 dessas GPUs juntas produzirá excelentes resultados.

“Cada uma das GPUs pode falar com todas as GPUs simultaneamente numa largura de banda de 300 GB/s, 10 vezes mais do que o PCI Express”, disse Huang, “para que todos possam conversar entre si ao mesmo tempo”.

A Nvidia mostrou também a Nvidia DGX-2, que é o primeiro sistema construído usando a plataforma de servidor HGX-2, e vem com 2 petaflops de poder de computação e 512GB de memória HBM2.

Também poderá interessar  Revolução Nvidia - o novo conceito de Gaming

Segundo Huang, “este é o computador mais rápido que a humanidade já criou”. Muito emocionante!

Grupo de ajuda e dicas no Facebook

Adere ao nosso grupo no Facebook!

Deixa-nos a tua opinião