Baterias – o que nos reserva o futuro?

0
587
Bateria litio

Poupa em TODAS as compras na GearBest

Clica aqui para Cashback até 10%


Durante o próximo ano iremos observar um revolução a nível de capacidade dos nosso smartphones e wearables.
A empresa SolidEnergy, fundada por alunos da universidade norte americana MIT, conseguiu descobrir um processo de manufatura de baterias de lítio que promete revolucionar o mercado mundial.

“Com duas vezes a densidade energética podemos fazer uma bateria com metade do tamanho que dure o mesmo tempo que uma bateria de iões de lítio. Ou podemos fazer uma bateria com o mesmo tamanho de uma bateria de iões de lítio mas que dure duas vezes mais” segundo o CEO da SolidEnergy.

Esta nova bateria apenas substitui o material utilizado normalmente no ânodo – a grafite – por uma folha de lítio muito fina, que pode armazenar mais iões e desta forma aumentar significativamente a capacidade energética.

Para além disto pequenas modificações químicas ao eletrólito fazem com esta bateria seja um modelo seguro para usar.

Por fim, o facto de não ter de haver qualquer tipo de investimento em equipamento especial para o desenvolvimento destas, faz com que sejam um produto bastante interessante tanto para o consumidor como para as empresas.

A SolidEnergy quer implementar este tipo de baterias em smartphones e wearables já no início do próximo ano, e aplicá-la aos carros elétricos em 2018. No entanto a primeira aplicação será feita em Drones, já no mês de Novembro.

Também poderá interessar  BQ: novos smartphones Aquaris X e X Pro e a Witbox Go! a primeira impressora 3D Android do mundo!

Para o CEO da empresa SolidEnergy um dos grandes sucessos deste novo tipo de bateria será a implementação desta em carros elétricos uma vez que com metade do tamanho e peso será percorrer o mesmo número de Kilometros.
Desta forma o carro elétrico poderá vir a ser um veículo do nosso dia a dia num futuro cada vez mais próximo.

 

 

Grupo de ajuda e dicas no Facebook

Adere ao nosso grupo no Facebook!

Deixa-nos a tua opinião